O mau hálito, também chamado de halitose, vem do estômago? Verdade ou mentira?



O mau hálito, também chamado de halitose, vem do estômago?

Bem, se você já realizou uma busca rápida no Google deve ter encontrado uma série de textos e publicações falando sobre este assunto.

Ainda assim, nós decidimos escrever sobre isso para engrossar o coro de informações e desconstruir este que, talvez, seja o maior mito na área da saúde de todos os tempos.

Experimente conversar com alguns amigos sobre isso. Você vai observar que em 99% das vezes a resposta será algo do tipo “Eu conheço uma pessoa que sofre com este problema. Deve ser do estômago, né”?

Não. Não é! Este é um mito que surgiu, muito provavelmente, pela associação do consumo de alimentos odoríferos como alho, cebola, entre outros e o mau hálito. Mas saiba que essa alteração é passageira e se deve à liberação de substâncias derivadas do enxofre durante a ingestão do alimento. Ou durante sua metabolização, após a comida ser absorvida pelo intestino, o que pode gerar compostos derivados do enxofre. Mas, nesses casos, a duração do mau hálito, também conhecido como halitose, é passageira e vai depender do metabolismo e da quantidade de alimento ingerida.

Os casos crônicos de mau hálito, onde a alteração é constante, tem em 90% dos casos origem bucal. O desequilíbrio da microbiota bucal, a descamação excessiva da mucosa e as alterações no padrão salivar, que favorecem a formação da saburra lingual, estão entre as principais causas do problema. Além disso, as doenças periodontais acabam produzindo bolsas, que armazenam uma grande quantidade de bactérias, e criam as condições ideais para sua proliferação.

Enfim, em caso de mau hálito crônico, o cirurgião-dentista é o profissional indicado para ajudá-lo. E se você tem um amigo que sofre com o problema, seja acolhedor e fale com ele sobre a questão. Muitas vezes a fadiga olfatória faz com que a pessoa não saiba que está passando por isso.

Lembre-se: Mau hálito tem cura. Procure um cirurgião-dentista qualificado!

Cuide-se mais. Viva melhor!

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo