Mau hálito é falta de higiene?



A boa higiene é sim muito importante para a manutenção de um hálito fresco, mas, é um grande equívoco atribuir mau hálito, também chamado de halitose, a descuido ou falta de higiene.

É bastante comum recebermos no consultório pessoas com uma higiene impecável. E que ainda assim apresentam alterações crônicas do hálito. Infelizmente, este mito faz com que quem está sofrendo com o problema sinta-se ainda pior, pelo medo de ser taxado como “descuidada”, “relaxada” e outros tantos rótulos infelizes.

Existem mais de 90 causas diferentes para o mau hálito e a falta de higiene é uma delas. As outras podem ser provocado por alterações bucais como o aumento da descamação da mucosa bucal e a formação excessiva de saburra lingual, doenças periodontais, alterações dos padrões salivares… Ou ainda, em casos mais raros, o mau hálito ou halitose também pode indicar alterações “dentro do organismo”, como diabetes, doenças renais e em casos muito raros, câncer. Além das incontáveis dificuldades psicossociais enfrentadas por quem está ou pensa que está com o problema.

Vale ressaltar ainda que mau hálito é muito mais comum do que se pensa. Cerca de 30% da população brasileira, mais de 50 milhões de pessoas, tem ou terão o problema em algum momento.

Então, se você está sofrendo com o mau hálito, supere suas limitações auto impostas, esqueça os rótulos e entenda que esta alteração é muito comum e que tem tratamento. Procure um cirurgião-dentista qualificado, ele é o profissional certo para ajudá-lo.

Mau hálito tem cura. Cuide-se mais. Viva melhor!

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo